Make your own free website on Tripod.com


 

     

peaceonearthtop.jpg (49071 bytes)

 

                  O Advogado da Cruz

           No mundo antigo, o apelo à Justiça significava a punição com a morte. As dívidas pequeninas representavam cativeiro absoluto. Os vencidos eram atirados nos vales imundos. Arrastavam-se os delinqüentes nos cárceres sem esperança. As dádivas agradáveis aos deuses partiam das mãos ricas e poderosas. Os tiranos cobriam-se de flores, enquanto os miseráveis se trajavam de espinhos.

        Mas, um dia, chegou ao mundo o Sublime Advogado dos oprimidos. Não havia, na Terra, lugar para Ele. Resignou-se a alcançar a porta dos homens, através de uma estrebaria singela.
        Em breve, porém, restaurava o templo da fé viva, na igreja universal dos corações amantes do bem. Deu vista aos cegos. Curou leprosos e paralíticos. Dignificou o trabalho edificante, exaltou o esforço dos humildes, quebrou as algemas da ignorância, instituiu a fraternidade e o perdão.

               Processaram-no, todavia, os homens perversos, à conta de herético, feiticeiro e ladrão.

               Depois do insulto, da ironia, da pedrada, conduziram-no ao madeiro destinado aos criminosos comuns.

               Ele, que ensinara a Justiça, não se justificou; que salvara a muitos, não se salvou da crucificação; que sabia a verdade, calou-se para não ferir os próprios verdugos.

                Desde esse dia, contudo, o Sublime Advogado transformou-se no Advogado da Cruz e, desde o supremo sacrifício, sua voz tornou-se mais alta para os corações humanos. Ele, que falava na Palestina, começou a ser ouvido no mundo inteiro; que apenas conversava com o povo de Israel, passou a entender-se com as várias nações do Globo; que somente se dirigia aos homens de pequeno país, passou a orientar os missionários retos de todos os serviços edificantes da Humanidade.

                Que importam, pois, nos domínios da Fé, as perseguições da maldade e os ataques da ignorância? O Advogado da Cruz continua operando em silêncio e falará, em todos os acontecimentos da Terra, aos que possuam "ouvidos de ouvir".

                                   Emmanuel/Chico Xavier

 

 

peaceonearthlogo.gif (6147 bytes)

http://www.moonandbackgraphics.com

 

Resumo do site ] Solicitação fraterna ] Mais e menos ] Paz em casa ] Regras de saúde ] Serve e caminha ] Retrato de Jesus ] Disseram ... ] Assim como ] Contratempos ] No futuro ] Teu livro ] Suporta ] A caminho do alto ] Em espírito ] Pacifiquemos ] Abrigo ] O auxílio virá ] Só os medíocres agradam a todos ] Da Comemoração ] Meu Filho ] Não te queixes ] Deus vem vindo ] DEUS ] O lírio e o sapo ] Minha pequenez ainda era maior ] Luz del Fuego ] Caixa Postal ] Preguiça ] Não se sente caído ] A barata na sopa ] A lição do bilhar ] Satya Sai Baba ] O que o Espiritismo não é, não tem ou não faz ] Prece de Cáritas ] Consulte o bem ] Reprogramação ] Respostas à pressa ] A decisão da águia ] Ora e confia ] Laços Eternos ] Nas terras verde-amarelas ] Palavras de Chico Xavier ] Evangelho no lar ] A quem mais tem ] No cotidiano ] O guerreiro ] Lama ] Lembranças ] O Grande Plano ] Só o amor é real ] Diretriz ] Necessidade e Socorro ] Fala em paz ] Crê e serve ] Um sorriso ] Não te queixes ] Quando você pensou que eu não estava olhando ] Servir ] Mensagem de Madre Tereza ] A água fluidificada ] Carta de um chefe Seattle ] Estrela do Mar ] Na senda da ascensão ] [ O Advogado da Cruz ] A extinção do mal ] NÃO ESMOREÇAS ] EVOLUÇÃO LENTA ] ENTÃO, QUERO SER O BURRINHO ] SUA PRISÃO COMO ASSALTANTE ] A LIÇÃO DO BILHAR ] CÓLERA ] JÁ É UMA MENSAGEM ] VÁ COM DEUS ] EXÍLIO EM OUTROS MUNDOS ] BÊNÇÃO DE DEUS ] Confia e Caminha ]